Stock Car suspende corrida principal após temporal

Tendo como prioridade a segurança e integridade física de pilotos, membros das equipes e todos os envolvidos no evento, a Stock Car Pro Series e a Confederação Brasileira de Automobilismo decidiram pela suspensão da corrida principal da segunda etapa da temporada 2024, que aconteceria neste domingo (24/03), no Autódromo Velocitta. A prova não foi realizada em razão da forte e insistente chuva que atingiu a região de Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, desde as primeiras horas do dia.

“Aguardamos uma melhoria das condições climáticas, mas isso não aconteceu. A previsão era de que a chuva continuaria até o final do dia. Então, foi uma suspensão causada por um caso fortuito e força maior”, disse Fernando Julianelli, CEO da Vicar, promotora da Stock Car. “A segurança dos pilotos está em primeiro lugar. E também o respeito ao público e patrocinadores que vieram hoje ao Velocitta, que não poderiam esperar indefinidamente”.

“Realizamos várias voltas de inspeção, e a pista continuava sem condições técnicas e de segurança”, disse Fabio Greco, presidente do Conselho Técnico Desportivo Nacional da CBA. “Os pilotos nos pediram para que tomássemos uma atitude visando a manutenção da segurança de todos. Estamos sempre atentos a isso. E, na situação de hoje, a suspensão da prova era a melhor solução”, concluiu.

Com a suspensão, uma data e local, integrantes do calendário 2024 da categoria, serão anunciados em breve para a realização da corrida. No campo esportivo, o adiamento fez com que Felipe Massa, vencedor da corrida sprint disputada no sábado, saísse do Velocitta na liderança da Stock Car – fato inédito na carreira do piloto. Massa soma 137 pontos, contra 131 de Julio Campos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima