Guarda Municipal prende quadrilha que roubava hipermercados

A Guarda Municipal prendeu um trio, sendo duas mulheres e um homem, por furto qualificado na noite de ontem (22). Nesta ação, a GM recuperou cerca de R$ 50 mil em mercadorias diversas, como aparelhos de barbear, perfumes, cremes, acessórios infantis e demais objetos de perfumaria e cosméticos. Os itens foram devolvidos aos representantes dos estabelecimentos.

Os três suspeitos foram abordados no veículo em que estavam pela equipe do Grupo de Ações Especiais próximo ao quilômetro da Rodovia Anhanguera após informações de que os ocupantes de um Audi A3 estariam envolvidos em furtos a mercados e atacadões em Campinas. Durante a abordagem, a equipe da GM constatou que havia grande quantidade de produtos de supermercado. Indagados pelos agentes de segurança, o trio confessou o furto dos itens em quatro estabelecimentos, todos ocorridos ontem.

Os suspeitos disseram ainda que vieram de Curitiba para cometer os furtos. Foi verificado ainda que duas delas são reincidentes neste delito, e que integram uma quadrilha especializada em furto de grandes hipermercados na região metropolitana de São Paulo. Ainda durante a abordagem, uma mulher ofereceu um pix de R$7 mil para a equipe para ser liberada.

As duas mulheres e o homem foram conduzidos à 2ª Delegacia Seccional, onde o caso foi apresentado e registrado boletim de ocorrência de furto qualificado. Além das mercadorias recuperadas e devolvidas às vítimas, ficaram apreendidas 33 peças de roupas, 3 pares de sapatos e 23 carregadores portáteis pertencentes a uma loja de departamento, cujo representante legal não foi localizado.

Também foram apreendidos três iPhones de uso pessoal dos acusados e o veículo Audi, por ter sido utilizado como meio empregado para o transporte das mercadorias.

O trio ficou preso e permaneceu à disposição da justiça pelo crime de furto qualificado. A mulher que ofereceu o dinheiro também foi autuada em flagrante pelo crime de Corrupção Ativa, Artigo 333 do Código Penal. As investigações seguem pela Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima