Programa profissionaliza adolescentes retirados do trabalho infantil

Um grupo de 16 adolescentes que trabalhavam nas ruas receberam nesta quarta-feira, 3 de julho, certificados de cursos profissionalizantes do Procaf – Programa Construindo Autonomia para o Futuro. A cerimônia, que comoveu formandos, familiares e integrantes da ação, ocorreu na Escola Senai Zerbini. Esta é a 19ª turma do programa. O programa conta com o apoio da Prefeitura.

“O trabalho de excelência feito por essa iniciativa abre novas portas, esperanças e perspectivas para esses jovens”, afirmou Vandecleya Moro, secretária de Desenvolvimento e Assistência Social.

Os cursos profissionalizantes foram de auxiliar de chocolateiro, salgadeiro e pizzaiolo, pacote office, preparação para o mercado de trabalho e a ressignificação da aprendizagem escolar. A Coordenadora do Procaf, Ana Paula Fragoso Pinke, acrescenta que, ao longo do processo, concomitantemente, alguns alunos também se certificaram nos cursos de operador de logística e produtos de confeitaria para cafeteria.

Os adolescentes em situação de trabalho infantil foram encaminhados pelo Movimento Vida Melhor (MVM), instituição conveniada com a prefeitura, que executa o programa Construindo uma Vida Melhor (Convim), coordenado por Verônica Zibordi Rosa.

Desde que foi implementado, em 2014, o Procaf já formou 352 jovens, proporcionando, para o público alvo, oportunidades no mercado de trabalho.  O programa tem o objetivo profissionalizar os adolescentes abordados, culminando em uma mudança qualitativa, no processo de ensino/aprendizagem, a fim de propiciar o desenvolvimento de suas potencialidades e competências; fortalecendo o protagonismo e a autonomia dos indivíduos.

A cerimônia também for marcada pelo lançamento do livro “Um Programa de Oportunidades: registros da transformação”, que está em sua sétima edição. A obra é um compilado de textos, composto de narrativas dos alunos, marcadas pela oralidade, retratando as dificuldades vivenciadas, assim como a ânsia de um futuro promissor para os autores e suas famílias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima